Desabafo... Gratidão e Felicidade

Olá a todos!!

Hoje acordei a pensar que sou feliz.. Sou mesmo. Algumas pessoas vão invejar estas palavras. Outras vão-se identificar. E porque é que eu sou feliz?? Porque sou grata pelo que tenho.

Obviamente que gostaria de ter uma casa maior, mas isso irá trazer-me felicidade? Não. Eu tenho de ser feliz com o que tenho. Tudo o que vier depois irá completar a felicidade de hoje. É como diz a Cristina Ferreira "O que virá será sempre melhor!"
Gostava de ter um carro mais espaçoso, gostava de ter um emprego de sonho, gostava de ter uma grande casa, gostava de poder passar férias no estrangeiro... Uma infinidade de coisas que gostaríamos de ter/fazer. São muitas as pessoas com quem me deparo que dizem isso constantemente. "Quando eu tiver aquela casa é que vou ser feliz... Quando tiver um filho é que vou ser feliz". A meu ver, estão muito enganados. Porque quando comprar aquela casa, vai sempre faltar algo. Esse algo não se compra, não se empresta. Não se rouba. Tem de vir de dentro de nós.


Faça este exercicio comigo:
Olhe à sua volta neste instante. Inumere 5 itens que considera que lhe trazem felicidade. Eu vou escrever os itens que teria escolhido à cerca de 5 anos (desde essa altura que tenho tido uma visão diferente do mundo): 1 televisão, 1 casa, 1 carro, 1 emprego/trabalho e 1 computador.
Foi semelhante às vossas escolhas?

Imagino que sim. São tudo bens materiais que se podem ir de um dia para o outro. Num incêndio, numa cheia, num assalto ou num acidente. O facto de ser escuteira permitiu-me ver e viver várias realidades e dar valor à coisas que a maioria não sente falta porque nunca foi privada disso (ou se foi já se esqueceu).

É o caso de água canalizada e de uma cama quentinha. Foram muitos os dias a dormir no chão, sobre pedras. E ter de fazer 10 minutos de distância para ir buscar água. Água para beber, para cozinhar, para lavar ou simplesmente para lavar os dentes.
Pois é. Eu atualmente consigo dar valor a este "pequeno" bem.

Atualmente dou muito valor ao tempo. Tempo que passo a dormir, a arrumar a casa, a cozinhar, a brincar com o meu filho, a conversar com o marido ou, em convívio com a família. Não sabemos o dia de amanhã. E não sabemos se amanhã não iremos acordar. Ou se algum dos nossos familiares não vão acordar. Por isso o mote é aproveitar o dia "CARPE DIEM".

A saúde. Cada vez mais escassa. E por culpa nossa. Não temos tempo para fazer exercicio, para fazer uma refeição saudável ou simplesmente para fazer um check-up geral. Mas será que se dispensarmos aqueles 60 minutos diários para nós, isso não nos trará melhor saúde?! Fica o pensamento!!

De acordar todos os dias. Parece absurdo. Todos acordamos todos os dias. Será?! E se naquele dia que não acordarmos, não dissémos AMO-TE ao nosso marido? Não lhe falámos das suas qualidade e daquilo que reprensenta para nós?? Não dermos um beijo de boa noite aos filhos?  Não dissémos aos nossos pais que gostavamos deles e que seguimos muitos dos seus exemplos?? Não dissémos aos nossos pais que temos orgulho que eles sejam nossos idolos!?

Da Família. Já alguém ficou grato por ter a família que tem?! Acredito que não. Normalmente a nossa é sempre pior. Mas acreditem que não. Quando as pessoas se dão bem, têm trabalho, conseguem conviver socialmente. Todas têm problemas. No entanto se olhar para o lado verá que existem familias muito piores. Que pais e filhos não se falam. Que não sabem nem querem saber dos avós. Que são complementamente disfuncionais. Se a sua familia for uma destas, não desespere. A do lado será pior. Lembre-se de ver o copo meio cheio. Pense. O que esta família disfuncial lhe ensinou? Tornou-o mais maduro? Obrigou a lutar pelos seus objectivos. Nem tudo é mau. Por vezes é dificil de perceber, porém tudo acontece por uma razão. Podemos é ainda não saber qual é.

Fizeram isso? Mas vocês vão-me dizer que há coisas que não conseguem fazer todos os dias. Têm razão. Não conseguimos fazer tudo. Temos demasiadas coisas para fazer. Mas temos de nos esforçar por fazer.
Só assim podemos ser felizes. E não precisamos de muito. Olhe para a vida sempre com uma perspetiva positiva. O positivo atrae positivo e o negativo atrae o negativo. Claro está que nem tudo é um mar de rosas. Mas se olhar tudo pelo lado pior, vai ser ainda pior.

É mau o meu marido sair às 9h e só chegar às 22h. Sim é. Não posso negar. Mas consegui fazer pequenas alterações para que ele também fosse mais feliz. Por exemplo, nestes dias acordo o menino um pouco mais cedo para que possam estar os dois um pouco de manhã.  Envio-lhe fotos ou videos do menino. À noite tento jantar com ele. São pequenos gestos, que fazem a diferença.

Peço desculpa pelo desabafo, mas tinha de ser. Olhe para a sua vida e veja como pode melhorar esta ou aquela área. Se precisar de ajuda, envie-me um email que eu estou pronta para ajudar.

Em suma, seja grato pelo que têm. Não baixe os braços pelo que quer. Vá à luta. Se for grato pelo que tem, o que virá será sempre melhor. Seja agradecido por ter uma casa, um carro, um emprego, um computador, saúde, comida no frigorifico ou no congelador, ter um terreno onde pode cultivar os seus legumes/verduras, ter quem lhe dê um pouco do que cultiva, por ter água na torneira, por ter luz, por ter uma cama...

Enfim... Temos tanto para agradecer. Não pode ser só pedir!!!


Sejam muito felizes!!

Comentários

Mensagens populares